Fernando Mafra

no15blog

pouca paciência, muito amor.

Archive for the ‘destruicao’ tag

Sucker Punch SUCKS BALLS

with one comment

Zack Snyder está longe de ser um gênio, mas é no mínimo competente. Watchmen e Dawn of the Dead são ótimos filmes cada um em seu termo, e embora 300 seja bem fraco, ele ainda tem algum sentido. Sucker Punch é seu primeiro filme totalmente original, o que é um passo importante para qualquer diretor.

E esse passo mostra-se um tropeço dos feios.

Sucker Punch parece o fruto de um pré-adolescente. Aquele que está descobrindo que as meninas podem ser interessantes, e ao mesmo tempo brinca de comandos em ação escondido. O filme é uma desculpa esfarrapada para Snyder embolar tudo aquilo que ele acha divertido, e o resultado chega a ser patético.

A trama trata de uma garota recém-internada em um manicômio. Que, graças a clichês, desde o começo percebemos ser um lugar terrível. A partir daí a história toda se desenrola na mente da protagonista, Babydoll; criando uma história paralela à realidade para conseguir lidar com a dor que sente e a vontade de escapar.

Histórias que se passam completamente na mente do protagonista raramente prestam. As exceções contamos nos dedos. E Sucker Punch não é exceção. Em alguns concursos literários esse tipo de premissa é inclusive proibida, pois geralmente é um golpe barato para uma reviravolta besta ou, como no caso de Sucker Punch, desculpa para misturar um sem número de elementos desconexos sem realmente ligar nenhum deles.

O propósito da ficção é nos apresentar um mundo diferente. Seja isso sutil como a história de duas pessoas, ou extremo como um universo repleto de alienígenas. E o desafio é tornar essas fantasias algo coeso e que nos prenda, por mais absurdo que possa parecer. Snyder usa a desculpa do “tudo está na cabeça dela” para se eximir dessa responsabilidade e simplesmente jogar na tela tudo que acha divertido. Imaginem o brainstorm:

Snyder: “Então a menina puxa uma espada e enfia no alienígena nazista. Em seguida, com a espada presa na cabeça dele, ela saca uma pistola e atira no dragão que aparece atrás dela. Antes que o fogo do outro dragão torre as mínimas roupas que ela usa na neve, surge uma outra gata pilotando um zepelim e a puxa pra cima com um raio trator.”
Amigo do Snyder: “Nossa, que loucura! Pode ser legal. Mas difícil de engolir. Como é esse mundo louco?”
Snyder: “É tudo na cabeça da menina.”
Amigo: “Hmmm. Certo, mas como esses elementos se ligam?”
Snyder: “Não precisa, pois é tudo imaginação.”
Amigo: “Como assim?”
Snyder: “A história toda se passa na cabeça dela”
Amigo: “Eu entendi, mas qual é a história?”
Snyder: “Isso que eu acabei de te contar.”

O filme só é minimamente interessante pois há gatas com roupas sensuais, boa música e um visual interessante. E o ritmo de video-game encontra videoclipe é descarado do começo ao fim. E como Snyder não é nada sutil, sua tentativa pífia de inserir alguma moral na “história” é risível.

Não é sequer possível perdoá-lo como ação boba e divertida, pois mesmo no caso de filmes assim, temos personagens interessantes e carismáticos. E não há nenhum aqui, só uma colagem de sotaques, curvas e figurinos. Pedaços ambulantes de carne colorida que não tínhamos a desgraça de conhecer desde Star Wars Episódio I.

Depois disso, Snyder precisa voltar a fazer adaptações. E é justamente o que vai acontecer, com Superman. Mas depois de Cluster Fuck, tenho medo. Sucker Punch is for Suckers.

Written by fmafra

March 25th, 2011 at 1:29 am

Navegar no Tietê é preciso

with 2 comments

No último sábado tive o prazer de fazer algo que poucos paulistanos fazem, mas muitos deviam: Navegar pelo Rio Tietê.

Ordem e Progresso

Muito progresso e pouca ordem. Verde então, tá difícil...

A reação de várias pessoas ao saberem deste programa de fim de semana foi: “Credo, porquê?” – Em um tom questionador e ao mesmo tempo completamente chocado, como se eu estivesse engajado em algum tipo de atividade auto-destruidora como drogas pesadas, ou chocante como tatuar uma palavra obscena na minha testa.

E essa reação mostra o quão longe estamos de conseguir retomar nossos rios e mananciais. Sim, nossos, pois o problema não está apenas no Tietê, sequer apenas nele e no Pinheiros. Tamanduateí, Guarapiranga, Billings e diversos outros corpos aquáticos estão em constante ameaça e devem ser monitorados sempre.

Aproveite a guarapiranga enquanto puder...

Não vou perder tempo contando a história do rio ou recitando informações sobre os esforços para limpá-lo. Para isso, recomendo o EcoBlogs, o NavegaSP e a Wikipedia.

De qualquer maneira não é preciso ler nada disso para saber que o rio está deplorável por uma boa extensão. Ele é praticamente inútil na cidade de São Paulo. Lembro que ao trazer um gringo a São Paulo pela primeira vez, ele viu o rio em obras da janela do ônibus e comentou: “nossa, que buraco enorme” – e tive que explicar pra ele que por trás daquela montanha de terra nojenta estava um rio mais nojento ainda.

Mas por quê chegamos nesse ponto? Simplesmente porque esquecemos. Esquecemos de porque São Paulo, como tantas cidades, é onde é, cercada de rios. Esquecemos de sua real utilidade e agora o usamos simplesmente como uma gigantesca faixa continua separando as mãos de uma via. E só lembramos dele quando ele nos atrapalha, com seu cheiro fétido e inundações.

Cruzamentos

Apenas um obstáculo

Não tenho a menor ilusão de que retornaremos aos belos tempos de natação, regatas e pescarias que nossos avós tão saudosamente nos descrevem. Várias gerações já nasceram com o Tietê em desgraça, o Tietê respeitável e útil é para nós hoje uma anedota, um mito tão distante quanto dragões.

Câncer diagnosticado. Quando começaremos o tratamento?

Recentemente houve uma verdadeira caça às bruxas contra os fumantes em São Paulo. Todos criticando fumantes como pessoas burras e egoísta, que atraem câncer pra si e aqueles em volta, se matando aos poucos. Mas quando o assunto são nossos rios, somos todos fumantes. E já estamos com câncer; não só não o tratamos direito, como continuamos fumando. Nossa relação com nossos rios é assim.

Há poucos meses estive de férias e visitei três grandes cidades as margens de famosos rios: Londres (Tâmisa), Paris (Sena) e Lisboa (Tejo). E em todas elas o rio ainda tem um papel importante e útil em suas cidades.

The Thames

Tâmisa. Muitos barcos...

Os três ainda são navegados regularmente, inclusive por passeios turísticos. No Sena há inclusive uma praia sazonal, e embora ninguem nade nele de fato, há ao menos uma piscina pública flutuante sobre ele. No Tâmisa foi inaugurada recentemente um caminho cênico com o objetivo de revitalizar uma área degradada de Londres. Já o Tejo, que inclusive fede em algumas partes, é o mais largo, comportando regatas e cruzeiros; mas Lisboa é uma cidade bem menor que as outras.

La Seine

Sena. Não dá pra nadar, mas dá pra passear e navegar.

E então vários brasileiros se deslumbram. Tudo la fora é melhor, mais arrumado, mais bonito, mais cheiroso, organizado, elegante, tudo mais e melhor. Acham chique e divertido andar de metrô em Paris, bicicleta em Amsterdam, bonde em Lisboa e ônibus de dois andares em Londres. Mas em São Paulo, jamais! Mas poucos sabem que tanto o Sena quanto o Tâmisa já foram bem fedidos e passaram por processos de revitalização. Que o palácio de Versailles, com todo seu luxo não tinha banheiros, e que Londres tinha um dos esgotos mais mal feitos da história. E que os Portugueses construiram Paraty, uma cidade feita em cima do mangue e que era inundada pelo mar.

Tejo

O Tejo é enorme e bonito, mas esse pedaço fedia a porto...

O que eles fizeram para solucionar esses atrasos de vida? Bem, eles tomaram atitude a respeito. Que atitude nós tomamos a respeito do Tietê e nossos outros problemas? Subimos o vidro do carro.

Durante o passeio, um sujeito contou uma anedota de como no Japão, se você não separa seu lixo direito, ganha um bilhete do lixeiro com uma bronca. E como isso é evoluído. Sim, de fato é evoluído. Mas vamos transpor isso para o Brasil. Imagine uma madame que vive em Moema tomando bronca do lixeiro. Imaginou? Riu também? Não conseguimos nem aplicar uma multa de estacionamento proibido sem que alguém se sinta extremamente injustiçado.

O que diferencia esses rios, e tudo que a classe média alta paulistana acha de tão melhor na gringolândia é a atitude coletiva. Sinto dizer que não temos isso. Muito menos a classe média alta paulistana.

Nós temos o péssimo hábito de externalizar, especialmente responsabilidades e culpa. Se há muito trânsito, a culpa é dos outros carros. Se eu não tenho onde jogar meu papel fora, jogo em qualquer lugar. Se o rio fede, a culpa é do governo que não trabalha. A mentalidade é: Enquanto minha propriedade particular e interesses pessoais estiverem seguros, o resto não importa tanto. O rio nem me incomoda tanto, a não ser que ele transborde quando eu estiver indo pra Guarulhos pegar meu vôo para Paris.

Ao Tietê relegamos tudo que queremos ignorar. De mendigos...

... a cachorros mortos.

Sim, é culpa do governo. Mas somos uma sociedade, sendo o governo parte dela tanto quanto nós mesmos. Resolver problemas exige participação de todos. O interessante de turistas deslumbrados com o velho mundo é que eles não se veem como parte do problema, a culpa do Brasil dar com os burros n’água é de todos os outros brasileiros.

Antes de dizer o quanto a grama do vizinho é mais verde, seria bom entender que adubo ele está usando. E começar a ir atrás dessa fórmula mágica.

Recuperar o Tietê requer um esforço conjunto de autoridades e cidadãos comuns. Onde ambos estejam atentos as múltiplas causas e a extensa lista de mudanças (fisicas e comportamentais) que devem ser feitas para reavermos nosso rio. Onde o governo elabora legislação e políticas que forçam a mudança de comportamento dos cidadãos – como fizemos no caso dos fumantes.

www.flickr.com

f_mafra's Rio Tietê - NavegaSP photoset f_mafra’s Rio Tietê – NavegaSP photoset


Written by fmafra

June 1st, 2010 at 11:22 pm

carros: uma ameaça ao convívio em sociedade

with 8 comments

Viver em sociedade é uma arte bastante complexa. Tão complexa que ainda não a dominamos. Dizemos uns aos outros que sim, mas é uma ilusão. O caos do trânsito é uma das maiores provas disso. Escrevo isso com os exemplos de São Paulo e Belo Horizonte em mente, as cidades em que vivi. Mas sintam-se livres para aplicar a suas realidades.

Sociedade

Um dos grandes problemas de viver em sociedade é separar a esfera pública da esfera privada. Claro que existem momentos em que elas se cruzam, e esses são os mais delicados. Para os que não entendem essa diferença, tenho um exemplo crasso: Se você é mordido pelo cachorro da sua sogra, trata-se de um problema privado. Se você é mordido por um cão solto na rua, é um problema público.

Uma solução para o primeiro exemplo seria cortar relações com a sogra, ou terminar o namoro. Em casos extremos, sacrificar o cachorro. Já no segundo caso, recomendo chamar a carrocinha, ou até mesmo adotar e adestrar o cão.

Experimento mental

Mas o que fazer quando o problema é transporte? A quem reclamar? Façamos um experimento mental digno de Newton:

O Sr. Andante quer de ir de A a B e não consegue, pois não existe um meio de transporte público para isso. Ou até existe, mas não é conveniente o suficiente para seu grau de exigência. A solução “rápida” e “fácil”? Comprar um carro, claro. Sr. Andante tornou-se então, o Sr. Volante.

Assim, ele sai serelepe todos os dias para trabalhar com seu libertador automóvel. O tempo passa, e todos os seus vizinhos percebem que têm o mesmo problema. Alguns nem tem o mesmo problema, mas vêem o Sr. Volante passeando feliz e ficam com inveja. Cansam de pegar ônibus. E com o tempo, todos eles compram seus carros.

É então que acontece isso com eles e todos aqueles que fazem o trajeto entre A e B:

E o que era algo prazeroso e prático para alguns torna-se um inferno para muitos. Não apenas para eles, mas também para aqueles que por opção ou não, ainda tomam outros meios de transporte. O problema de falta de transporte público não foi resolvido e criou-se um segundo, o de volume de tráfego, que intensifica o primeiro.

Individualismo e a perda do prazer

O mais interessante é que quando atingimos recordes de congestionamento, todos os motoristas ficam indignados, como se os engarrafamentos fossem causados por todos os outros carros menos o deles. Gostaria muito de ter esse carro solúvel.

Certa vez, estava em um ônibus e o motorista indignado xingava todos os motoristas solitários que atrapalhavam o trajeto. Vamos colocar em perspectiva a mentalidade de um motorista solitário que fecha ou corta um ônibus:

“Há 30 pessoas naquele ônibus. Mas quem tem prioridade aqui sou eu. Eu preciso chegar no meu destino mais rápido do que elas.”

Um mundo regido pelo transporte individual é um mundo regido pela mentalidade do “eu é que importo”. Não há incentivo ao crescimento e cooperação. Apenas competição.

É curioso, ou se preferirem, estúpido, que para locomover uma pessoa de cerca de 70kg, o meio mais desejado seja um objeto de quase uma tonelada movido a um motor de combustão interna que solta poluentes e gera altos gastos em manutenção. E quanto maior, melhor. Também é preciso ter um motor potente, muitos opcionais distrativos e customizações infinitas. O carro deve refletir a personalidade de seu dono. Minha roda deve expressar quem eu sou.

Mas na hora do “vamo-ver”, congestionamentos não discriminam o quanto você gastou no seu transporte:

Segundo Marco Gomes: O carro a esquerda é uma Ferrari, parada no congestionamento igual todos os outros carros.

Segundo Marco Gomes: O carro a esquerda é uma Ferrari, parada no congestionamento igual todos os outros carros.

Quando colocamos o problema desta maneira, sempre surge alguém para se fazer de vítima “ah, mas eu preciso do carro porque bla bla bla” -- Não me interessam suas histórias pessoais. Não estou aqui para falar de excessões, mas sim de regras. Regras para conviver em sociedade. Claro que há casos em que o carro é uma ferramenta útil. E sim, ele é um objeto interessante. Eu gosto de carros, como objetos. Eu tenho um. Não o uso para trabalhar, pois eu quero ter prazer em dirigir, e dirigir todos os dias não me dá prazer algum.

Muito, muito prazer...

Muito, muito prazer...

Heróis subsidiados do egoísmo

Sou afortunado, vivo em uma região relativamente abundante em transporte público, mesmo que não tanto quanto eu gostaria. Posso sempre pesquisar uma alternativa a usar meu carro, e geralmente ela existe. E muitas das pessoas que gostam de dizer “mas transporte público é uma merda” ou “mas eu preciso usar o carro porque bla bla bla” também têm a mesma sorte, o que elas não têm é coragem de admitir que:

  • Têm medinho de andar de transporte público
  • Acham transporte público algo pobre e indigno
  • Têm preguiça

Ou em casos extremos:

  • São burras
  • São egoístas

Nossa suposta elite não é capaz de entender que não está solucionando problema algum. Estão apenas solucionando o problema individual delas, e agravando outro no processo. Restam aos sem opção/dinheiro seguir usando um sistema deficitário cujos defeitos são agravados por aqueles que não pensaram coletivamente.

Não que os usuários de transporte público sejam heróis. A maioria deles está lá por falta de opção mesmo. Caso contrário juntariam-se aos Volantes e continuaram agravando a situação sem parar para pensar sequer um minuto. E o que as autoridades fazem? Gastam bilhões para continuar incentivando o transporte motorizado individual. Literalmente subsidiando a propriedade privada. Se numa via não se pode passar bicicletas, pedestres ou ônibus restam apenas os carros particulares.

crédito: André Pasqualini - CicloBR

crédito: André Pasqualini - CicloBR

Gosto bastante de ouvir motoristas reclamando da “indústria de multas“, como se fossem vítimas de uma gangue de agentes do governo. Ora bolas, você cometeu uma infração ou não? Se não, recorra, se sim, cale a boca e pague a multa. Poucos lembram-se que dirigir não é um direito, é uma concessão. Que pode, e deve, ser suspensa caso o dono dela não se comporte. Ter um sistema de transporte público eficiente é um direito, um que poucos cobram, preferindo acovardar-se dentro de seus carros.

Só pague a multa de estacionamento. Não fique tão revoltado. Você não está lutando pelos direitos civis. Você parou em fila dupla.

Só pague a multa de estacionamento. Não fique tão revoltado. Você não está lutando pelos direitos civis. Você parou em fila dupla.

Esse tipo de reclamação egoísta é o retrato de uma classe privilegiada acostumada a dar seus jeitinhos mas completamente intolerante aos erros alheios.

Um exemplo de que pode funcionar

Ainda não está convencido de que transporte público é melhor que privado? Conheça Top Gear. Um programa da BBC sobre carros, onde uma das atividades preferidas é colocar um carro contra outra forma de transporte. No exemplo abaixo, um Nissan GTR contra o transporte público japones (englobando trens, ônibus, balsa e teleférico) atravessando o Japão:

Pra quem não quer ver todas as partes eu digo: O carro ganha por 5 minutos. Mas vale lembrar que ele fez isso ultrapassando o limite de velocidade e com um trajeto 240 kilometros menor.

Se você quiser ver mais, ainda temos um Peugeot 207 perdendo de praticantes de Parkour:

E um Fiat 500 perdendo de ciclistas:

Claro que são extrapolações, mas são divertidas.

O individual vs o coletivo

Problemas coletivos não são solucionados por iniciativas individuais. Resolver o seu problema não resolve O problema. A solução para o transporte é uma rede eficiente, educação consistente e fiscalização -- tanto dos motoristas privados quanto do sistema público. Dizer que o sistema atual é uma merda e continuar atopetando as ruas de carros e motos não vai melhorar a situação, é preciso cobrar das autoridades, e cobrar com causa -- reclamar do carro vizinho não vai fazer o transito melhorar, reclamar da falta de ônibus ou metrô, possivelmente.

Reflita: você precisa mesmo do seu carro todos os dias? Não existe outro meio de chegar onde você quer? Enquanto habitantes de bairros distantes sofrem para ir de casa ao trabalho, moradores da Vila Mariana vão de carro ao shopping almoçar.

Uma solução que proponho é tratarmos socialmente os motoristas solitários (aqueles que conduzem seus carros apenas para si mesmos, indo e vindo do escritório a 6km de distância, ou seguindo para alguma banalidade) da mesma maneira que nossa sociedad têm tratado os fumantes, ou os bêbados. Afinal, não estão esses motoristas basicamente externalizando as consequencias de seus atos como eles?

Vauban, uma cidade sem carros. Repare no arco-íris.

Vauban, uma cidade sem carros. Repare no arco-íris.

Por que não coibir, ou até mesmo proibir, o trajeto de carros particulares com apenas um ocupante? -- Salvo necessidades especiais como idosos, deficientes e etc. Aproveitemos para banir todos os carros oficiais de qualquer repartição pública. Regulamentar de uma vez por todas as profissões e empresas de entrega?

Você pode achar essas medidas extremas, mas não estamos além do extremo do aceitável em termos de qualidade de vida quando o assunto é o direito básico de ir e vir? Falta de serviço adequado, soluções gambiarrescas, lógicas deturpadas, falta de senso coletivo e altos níveis de stress que com certeza fazem tão mal à saude quanto fumo passivo.

Temos que botar a boca no trombone. Reclamarmos a todos que tem ouvidos. Encher o saco de individuos, instituições e autoridades. Atacar por todas as frentes, pedindo não apenas uma rede decente de transporte em nossas cidades, mas também uma melhor educação e fiscalização do trânsito, leis ainda mais rígidas e mais táxis nas ruas com tarifas não insultantes.

Como referência de que não estou louco em minhas declarações, encerro esse texto voltando ao movimento dos direitos civis, mais especificamente a Martin Luther King Jr, que dentre muitas coisas sábias, disse:

Eu também tenho um sonho

“Lamentably, it is an historical fact that privileged groups seldom give up their privileges voluntarily”
Lamentavelmente, é um fato histórico que grupos privilegiados raramente abrem mão de seus privilégios voluntariamente.

“Injustice anywhere is a threat to justice everywhere.”
Injustiça em qualquer lugar é uma ameaça à justiça em todo lugar.

“Just as Socrates felt that it was necessary to create a tension in the mind so that individuals could rise from the bondage of myths and half-truths to the unfettered realm of creative analysis and objective appraisal, we must we see the need for nonviolent gadflies to create the kind of tension in society that will help men rise…”
Assim como Sócrates sentiu necessário criar uma tensão na mente para que individuos levantassem-se dos grilhões dos mitos e meias-verdades ao reino irrestrito da análise criativa e apreciação objetiva, nós devemos enxergar a necessidade de ações não-violentas para criar o tipo de tensão na sociedade que ajudará o homem a levantar-se…

Fonte (tradução por mim)

Leitura recomendada:


Written by fmafra

February 23rd, 2010 at 11:45 am

a internet é o diabo até você fazer um pacto

with 6 comments

ou Petrobrás patrocina show do Metallica em Teerã

As notícias da crise dos jornais nos EUA e no Reino Unido continuam saindo. Não passa uma semana sem que um jornal esteja a beira da falência, até o New York Times está com problemas. Com jornais parando as máquinas indefinidamente, um culpado logicamente é preciso ser encontrado.

E como todo mal dos anos 2000, o culpado é a internet. Serviços como Google e Huffington Post recebem acusações de terem seu dedo fundo na ferida dos jornais e estarem contribuindo ativamente com suas mortes; por estarem apenas repassando conteúdo de propriedade dos jornais. Blogueiros, twitteiros e outros “eiros” da web também recebem parte da culpa.

file

Para as redes sociais e outros tipos de geração de conteúdo colaborativo a acusação é mais grave: Não estão apenas roubando a atenção dos meios tradicionais (não só jornais mas também rádio e TV), como estão fazendo isso com um conteúdo de “qualidade não comprovada”.

São duas acusações básicas espalhadas a esmo:

  • Copiar seu conteúdo e passar pra frente
  • Produzir conteúdo porcaria, porque você não tem diploma é profissional e não tem uma instituição de renome por trás

E então veio a crise no Irã. E o fim da obrigatoriedade do diploma. E aconteceu isso aqui com a imprensa e os jornalistas:

24b0tv9_2

De repente, jornalistas não podem mais fazer seu trabalho e são impedidos de reportarem, com ameaças às suas vidas. Aparentemente segundo o governo do Irã, jornalistas não produzem conteúdo de “qualidade comprovada”. E quem ajuda? Exatamente, as mídias sociais. Aquelas mesma que estavam roubando a atenção dos jornais com conteúdo porcaria. Agora estão ajudando a alimentá-los. De repente o Twitter é o herói. Com seu novo canal, CitizenTube, o YouTube é praticamente vanguardista. Sem essas ferramentas, inúmeros protestos não seriam organizados e nós jamais saberíamos o que está acontecendo, apenas boatos.

keyhan-ehtics

Notícia de qualidade comprovada segundo o governo Iraniano

2009_184000_iran1

o pau comendo

Para o break, vamos ao mundo da música, lá em 2000:

Lembram disso? Eu lembro, com um gosto bem amargo na boca. Agora o Metallica disponibiliza shows em um site dedicado a isso, que requer um arcaico cadastro para download ao invés de fazer um streaming com opção de download. E ainda por cima, Lars Ulrich, a estrela do vídeo acima tenta sair por cima da carne seca como visionário do conteúdo gerado por usuário:


“This is the next logical step in a process that began back in 1991 when we first implemented the ‘Taper Section’ at our shows, where the fans were encouraged to bring in their own gear to record the show, and then take home their very own ‘bootleg’ of the concert they had just seen.

Infelizmente a idéia dele não é criar uma comunidade onde fãs possam trocar vídeos e áudio dos shows a vontade em adição ao conteúdo oficial. E sim fazer com que os fãs parem de gravar e vão ao site comprar o material oficial (a partir de US$9.95, pelo MP3).

“This technology will enable our fans to get the best possible recording of the show, without having to hold a microphone in the air for the entire night!”

Revolucionário, não? Também, o que esperar de uma banda que tem um site pior que uma página de MySpace e com gifs animados?

No universo musical há bandas muito mais espertas que isso que conseguem usar bem a internet a seu favor e a favor dos fãs. De cabeça vêm Radiohead e Nine Inch Nails. E eles são tão bons que nem vou postar links, gente foda não precisa de link, é só googlar.

Apagando incêndio com petróleo

Ao divulgar na íntegra perguntas e respostas de entrevistas feitas a ela, a Petrobrás bem que tentou usar a internet a seu favor de uma maneira simples e ao mesmo tempo inovadora. Ao menos para os padrões da imprensa brasileira. Longe de mim defender corporações, elas têm defesa o suficiente. Mas, acuada, acreditando que o “furo” ainda é seu maior trunfo, a imprensa esperneou tanto que a petrolífera acabou cedendo parcialmente e só irá publicar a informação depois da publicação no respectivo veículo. Numa época em que um celular é ferramenta de notícias, acreditar que furo é um trunfo é dar tiro no pé.

remember the hudson

remember the hudson

Uma entrevista é um acordo. O entrevistado tem tanto direito a divulgar as perguntas e respostas quanto o entrevistador. Nas poucas entrevistas que dei, fiz questão de gravar por completo, para no caso de me sentir prejudicado, ter os meios de me defender. Claro que minha imagem já não é lá essas coisas, então não senti a necessidade de colocar a tática em prática.

O que importa é o papel

Enquanto os veículos em si vêem sua hegemonia ameaçada; jornalistas crêem que estarão no olho da rua até o fim da semana -- em especial agora que no Brasil não é preciso diploma para exercer a profissão de jornalismo. O Estadão começou uma nova campanha, que apesar de ter um principio interessante e positivo, cai na mesmice ao fazer jogos semânticos dizendo separando informação de conhecimento:

Curioso ver o contraponto entre o sujeito usando a internet para adquirir “informação” e o outro pegando um diploma para adquirir “conhecimento”. Isso cai como uma luva para os jornalistas e estudantes de jornalismo que ainda dizem que o valor está no papel que eles receberam, não o que eles produzem. Se conhecimento fica, vale lembrar outra campanha do Estadão, essa, bem menos positiva:

Eu não tenho nada contra jornalistas ou seus diplomas. Gostaria inclusive de dar-lhes as boas-vindas, agora que se juntaram a mim em uma das inúmeras classes onde diploma universitário não é exigido. Eu sou a favor é de trabalho bem-feito. Vou dar uma dica: É assim que vencemos os não-diplomados que só fazem porcaria. Os não-diplomados que fazem um bom trabalho merecem um grande parabéns. E os diplomados que fazem porcaria que por favor se retirem.

jornalismo_sergiocastro

Prelo digital

A transição de um negócio “tradicional” para um modelo que comporte a internet me parece ser composta dos seguintes passos:

  1. A internet está acabando com meu negócio/emprego
  2. Vou processar/protestar contra a internet
  3. Não adianta, são muitas pessoas/entidades
  4. Essa internet não vai embora mesmo, né?
  5. Ok, vou fazer negócio com essa tal de internet

Inúmeros negócios de comunicação, cultura, informação e produção estão lutando com essa adaptação. Em diferentes estágios. E sempre o que causa mais barulho é o segundo, mas o que dá menos retorno. De maneira nenhuma é uma transição fácil, se fosse, todos viveríamos na Alegrolândia digital. Embora muitos estejam, não é trabalho do usuário ou do consumidor descobrir o caminho. É sim do produtor, de acordo com a demanda do usuário.

O caso do Irã é curioso pois o fornecedor se tornou o consumidor e repassador. Segundo os defensores do diploma, absolutamente nada que eles dizem ou gravam tem valor como conhecimento. E pela lógica de Ulrich, eles estão roubando o que é dos twitteiros por direito, um abuso.

Tentei encontrar o texto em que Arianna Huffington diz que o que importa não é salvar jornais, mas sim jornalismo. Vocês terão que confiar em mim. E não poderia concordar mais. Não importa o meio ou formato que a informação toma, desde que seja passada adiante.

picture_14
Parto então com uma citação de Huffington no Weeby Awards:

“i didn’t kill newspapers, ok?”

o meme da da inclusão digital do meme

with 30 comments

Este é meu post que irá acabar com a internet para sempre. Ele é pesadinho, tem muitos temas polêmicos, imagens bombásticas e vídeos reveladores. Sei que meus leitores são compostos pela nata da web, por isso não tenho dúvidas que irão entender o sarcasmo da primeira parte. Isso de lado, o post é bem sério, portanto preparem-se para:

explodinghead

A Inclusão Digital

A idéia de que a Inclusão Digital é uma praga que deve ser combatida está mais que presente. Ela é feia, mal feita e inconveniente. Afinal dá super-poderes aos pobres, basicamente. Gente que nem tem dinheiro pra comprar algo melhor que um Monza 85 pode comprar um computador, e um computador é muito mais perigoso que um monza 87. Todos sabemos que pobres não merecem super-poderes. Não é mesmo? Não fosse pela Inclusão, não estaríamos sujeitos a tais atrocidades:

sabia que guardar essa foto teria uma utilidade futura

sabia que guardar essa foto teria uma utilidade futura

drogasaude

lolcats motivacionais

Ah, me desculpem! LOLcats e pôsteres (des)motivacionais são geniais! São inteligeníssimos! Engraçadíssimos! E o sujeito que conseguiu juntar esses dois fênomenos eruditos da nossa era merece o Nobel da Internet.

Deixando os gringos geniais de lado e voltando aos pobres ignorantes. Além dos exemplos acima, somos obrigados a aturar interferências inomináveis em nosso dia-a-dia de alto invel intelectual, tais como:

  • Comentários ingnorantes em nossos blogs
  • E-mails de contato sem o menor sentido
  • Powerpoints com imagens cretinas
  • Vídeos enviados por email
  • Fotologs
  • Emos Chilenos
  • Pedidos de suporte técnico pelo MSN

E o pior de todos de longe: A Orkutização do Twitter, também conhecida como o “Apocalipse da Era Pós-Moderna”.

arrrrgh

Afinal, o Twitter é o ápice comunicativo do homo sapiens. Manipular essa fenomenal ferramenta não é para qualquer um. A carga intelectual contida em 140 caracteres é profunda demais para o proletariado. Eles vão estragar nossa amada ferramenta. Como habitantes de favelas irão compreender a profundidade de conceitos complexos como hashtags e memes? Jamais poderiam colaborar beneficamente para o twitter, é necessário nivel universitário para bolar algo genial assim:

lindo, não?

lindo, não?

O meme

Já cansei de ver em twitters, blogs e em conversas ao vivo declarações como: “estou lançando um novo meme” ou, “me mandaram este meme” e coisas do tipo. Obviamente quem fala esse tipo de baboseira não tem a menor idéia do que significa meme.

Um meme, termo cunhado em 1976 por Richard Dawkins no seu bestseller O Gene Egoísta[bb], é para a memória o análogo do gene na genética, a sua unidade mínima. É considerado como uma unidade de informação que se multiplica de cérebro em cérebro, ou entre locais onde a informação é armazenada (como livros) e outros locais de armazenamento ou cérebros. No que diz respeito à sua funcionalidade, o meme é considerado uma unidade de evolução cultural que pode de alguma forma autopropagar-se.

Roubado da Wikipedia -- mas a versão em inglês é melhor.

Como vejo sendo usado por ai o termo significa basicamente “corrente”. Acha que estou inventando? Veja este post da Elisa Mafra (tá, mencionei um nome, mas está tudo em família). Qual a diferença entre ele e aqueles longos e-mails questionários que corriam em listas de discussão há 8 anos? Ou os jogos cretinos de comunidades do Orkut e comentários do Youtube?

Memes não são joguinhos, correntes ou personagens, por mais divertidos que sejam. São conceitos, idéias, frases, melodias. Não são fenômenos exclusivos da internet ou de qualquer meio. Posso estar enganado, mas até o bom e velho “leite com manga faz mal” poderia ser considerado um meme. Não há como forçar um, ou dizer “estou te passando este meme”.

Claro que a internet facilita muito a disseminação de memes, um dos maiores exemplos confirmados está neste link. E um dos meus favoritos pessoais é All Your Base Are Belong to Us:

Os dias que não acabam

Ontem, que foi o Dia da Toalha, travei o seguinte e breve diálogo no MSN:

(amiga anonima)
parabéns pelo seu dia
Fernando Mafra
eu não sou toalha

Fiquei sabendo que era o tal do Geek Pride Day só ontem. Desde que me entendo por nerd, hoje é Dia da Toalha. E ainda emendei:

quem é nerd mesmo celebra o dia da toalha
nerd não se celebra, é humilde

Ou como @rafaelxy resumiu melhor em menos de brilhantíssimos 140 caracteres:

picture-3

E já que é pra aloprar, ontem também foi Star Wars day. E deve ter sido inúmeros outros days. Toda semana tem um day novo na web.

De volta ao meme

E aí está a questão. Todos querem bolar um dia novo. Talk Like a Pirate Day, #cartoonday, #fakeday e sabe-se lá mais quantos. Todo mundo gritando e criando barulho tentando inventar um novo meme, pelo menos segundo sua definição própria de meme -- mesmo que não saiba disso.

O conceito de meme é um ótimo exemplo para derrubar essa noção de que a Inclusão Digital é algo ruim. Claro que muitos, como eu fiz acima, estão tirando um sarro quando esculacham a Inclusão -- sinceramente não creio que ninguém que eu conheça sinceramente sinta que a Inclusão Digital é de fato algo ruim. Mas as piadinhas cansam, e como no caso do racismo e da homofobia creio que para outros tantos a piada tem uma pitada de verdade.

Não que eu seja contra as piadas, pseudo-memes eventos ou jogos internéticos. Alguns são de fato divertidos, e participo. Outros nem tanto. E alguns são simplesmente imbecis e com um alto potencial de dar merda. O que me incomoda é o auto-posicionamento como “elite” em detrimento dos “pobres ignorantes” que habitam o Orkut. Como disse bem @marcogomes:

picture-4

Lembro-me de uma conversa com uma professora do Ensino Fundamental. Ela lecionava em uma escola pública da periferia e uma privada de alto-padrão, daquelas que a Veja São Paulo gosta de mostrar na capa. Um dia, curiosos, os alunos particulares lhe perguntaram o que seus equivalentes da periferia faziam em seu dia-a-dia. Algo nobre, não fosse o tom de deboche embutido na pergunta -- como quando você pergunta para um fã de Naruto porque ele tem aquela faixa cretina na testa. A resposta da professora foi simples: “O mesmo que vocês. Assistem novela, faustão, vão a festinhas e ouvem pagode.”

Antes de nos colocarmos por cima da carne seca, melhor pensar um pouco, não? Afinal, podemos estar por cima da merda, isso sim:

O problema na Inclusão digital não está na parte inclusiva, e sim na parte excludente. Pessoas que desmerecem ou excluem algo simplesmente por ser fruto daquilo que elas consideram ser a tal inclusão. A falta de educação apropriada, nas duas pontas do espectro.

Problemas “da internet” geralmente são problemas pré-existentes. Mas como todo tipo de informação eles apenas são mais visíveias agora. E confrontada com eles, a elite pseudo-intelectual fica enojada ao invés de tomar qualquer atitude para reverter. E nisso incluo todos os fenômenos colaborativos/sociais dos quais ouço reclamações mesquinhas: Wikipedia, Twitter, Orkut, Youtube, Blogs, etc e tal.

Twitteiros elitistas torcem o nariz para usuários de Orkut enquanto se esbaldam na Wikipedia. Mas se esquecem que acadêmicos torcem o nariz e muito mais para eles. Não que os acadêmicos estejam certos, muito pelo contrário.

Mas os web-elitistas se comportam de maneira cretina e inconsistente, enfraquecendo o poder das ferramentas, desmerecendo o comportamento de uns enquanto consideram o seu indispensável -- na mesma linha da classe média paulistana: Para o web-elitista, o Orkut é como um ônibus e o Twitter como um carro. O ônibus é algo feio, pesado e nojento que pode até ser útil para muita gente, mas como não é útil para ele só está atrapalhando sua experiência na web. E ai de seus usuários se resolverem comprar um carrinho ou uma moto, quanto mais criar uma conta no Twitter!

A desculpa é que os web-elitistas “sabem” como usar a ferramenta propriamente. E quem disse que a escurraçada @vinhaa não sabe usar o Twitter? Ela não pode aprender? Ninguém pode mostrar? Imaginem se ao cometer um erro em uma prova o aluno ouvisse de seu professor: “Você não sabe porra nenhuma. Fora da minha sala” -- grande progresso para todos, não é mesmo?

Mas nem tudo é má notícia. Afinal, todos os que odeiam Orkut mas adoram #days podem celebrar pois de fato estão exercitando e alimentando um meme: O de que a Inclusão Digital é uma merda. Parabéns, vocês não ensinaram nada para a @vinhaa mas estou aqui demonstranto pra vocês como contribuiram para um meme.

Claro que posso estar completamente errado em minhas críticas. Por isso vou me proteger com um vídeo de Richard Dawkings, totalmente fora de contexto:

Maxalt effects Maxalt without prescription overnight shipping isotretinoin online pharmacy order buy Xenical online cheap Xenical no prescription where can i get Xenical without a prescription Maxalt cod next day delivery how to get a Accutane rx order no prescription Accutane where to buy accutane no prescription cheap Crestor no rx generic xenical from india order prescription free Prednisone where can i buy Flomax purchase Zovirax no prescription cheap order Zovirax no rx buy discount Zovirax line purchase Zovirax without rx to ship overnight buy Cytotec online Lisinopril cheap purchase cheap Lisinopril seroquel sale no prescription buy Maxalt once a day cytotec canada cytotec buy Prednisone cod where to buy flagyl buy Antabuse money buy where to buy priligy no prescription d3wwqa purchase Lasix amex online without rx Cipro side effects buy Nolvadex from india where to buy generic Flagyl online without a prescription buy Zithromax online with a debit card purchasing finasteride overnight shipping on generic lasix buy Finasteride online cheap Flagyl on line Prednisone without a perscription Priligy cheap mexican no presciption flagyl order cheap overnight Nolvadex where to purchase Cipro no prescription no fees where to purchase Nolvadex no prescription no fees Online finasteride Finasteride non prescription for next day delivery purchase online Nolvadex without rx Nolvadex overnight delivery fed ex finasteride no script fedex Cipro overnight without a prescription best Priligy online pill buy priligy pills no prescription cheap generic prednisone no prescription antabuse purchase canada antabuse online purchase Cipro pay pal without rx online pharmacy no prescription flagyl Antabuse u.p.s shipping cod buy Lasix legally purchase Zithromax no scams prednisone no prescription needed where can i purchase Priligy online buy Prednisone pay cod Where can i buy some lasix online only using cash or money orders what does Cipro look like Antabuse buy cod best Zithromax online pill purchase Zithromax overnight delivery where to buy Nolvadex online order rx free Zithromax tamoxifen purchase i want to buy Nolvadex without a perscription order Prednisone free next day airPrednisone on line Cipro no prior script buy Lasix tablets without rx order finasteride online no membership overnight shipping Antabuse effects Cipro wholesale lasix no prescription required purchase Nolvadex online with overnight delivery purchase Nolvadex cod next day delivery buy prednisone online without prescription from canada Lasix usa buy Antabuse online without prescription canadian prescriptions Cipro can i get lasix without a prescription? purchasing Lasix without a script purchase Finasteride no scams order online Priligy without prescription priligy purchase canada Online perscriptions finasteride where can i buy prednisone without a prescription buy nolvadex online with no prescription order finasteride no visa without rx generic antabuse no prescription buy generic lasix online no prescription quick delivery purchasing Nolvadex online without prescription priligy Lasix side effects order Prednisone uk purchase Zithromax without a prescription online buy flagyl without a percsription buy Nolvadex shipped cod free fedex delivery Lasix Prednisone rezept Nolvadex suppliers Finasteride cheap overnight fedex where buy Antabuse No prescription needed Zithromax Cipro tabletten no prescription antabuse with fedex next day fedex shipping for antabuse Zithromax order overnight shipping overnight Nolvadex c.o.d how to purchase Lasix online without a prescription buy cheap Priligy online Finasteride order cheap generic flagyl no prescription purchase flagyl without rx to ship overnight no prescription prednisone on line pharmacy ordering flagyl online without a prescription order finasteride online no prescription Pharma Life generic flagyl fedex Flagyl with free fedex overnight purchase Priligy without order Zithromax usa cod purchase Lasix without prescription buy cheap generic Prednisone online buy finasteride next day delivery buy cheap generic Antabuse online buy genuine priligy in the u.s. buy cheap fedex Cipro how to order flagyl online without a rx purchase Cipro no visa without prescription wholesale priligy purchase cheap online Zithromax buying Prednisone online without rx Zithromax online next day shipping Online perscriptions antabuse no prescriptions needed for Cipro buy Cipro shipped cod fedex Nolvadex without priscription order Zithromax pharmacy next day delivery flagyl with no script priligy express online Cheap finasteride no perscription order Nolvadex amex online without prescription buy Priligy online no rx finasteride cheap no membership buy antabuse online 250 mg no prescription buy generic nolvadex without perscription purchase Lasix no scams Zithromax online uk where to purchase Finasteride no prescription no fees prednisone online no prescriptions required from the US buy prednisone online with no perscription prednisone buy no prescription nolvadex available at health department wholesale Lasix cheap Zithromax with repronex buy Lasix canada prednisone without prescriptions in usa fedex Flagyl overnight without a rx lasix without a prescription purchase Prednisone online without script buy tamoxifen cheap without perscription safety order Lasix buy Cipro online without prescription lasix online sale without prescription Cipro free consultation fedex overnight delivery order antabuse no prescription cheap antabuse for sale online no prescription required no perscription finasteride next day cipro without rx where can i get finasteride order Priligy amex online without prescription Lasix orderd online without prescription buy Nolvadex no perscription cod ordering lasix online without a precription buy flagyl no prescription fedex Lasix without priscription prezzo Finasteride Priligy cheap overnight fedex cipro prescription online next day delivery Antabuse citrate order Lasix pay pal online without rx cipro order online where can i purchase Antabuse without a prescription Finasteride delivered overnight where to purchase Zithromax no prescription no fees antabuse 225000 mg online purchase Lasix online with overnight delivery buy nolvadex where can i buy Prednisone online purchase Flagyl usa cod order overnight Nolvadex how to buy Nolvadex without a prescription purchase antabuse pay pal online without prescription ordering nolvadex from canada without a prescription cheap flagyl no rx buy Finasteride doctor prescription buy Nolvadex without where can i buy Lasix purchase nolvadex online buy Prednisone cheap without prescription Lasix buy fedex flagyl online medikament Prednisone pharmacy where you can purchasr antabuse without prescription nonprescription nolvadex prednisone prednisone express online i want to buy Nolvadex without a perscription purchase Cipro without prescription from us pharmacy Zithromax buy fedex to buy nolvadex where to purchase generic antabuse online without a rx buy no prior prescription Prednisone order Prednisone cash on delivery nolvadex online pharmacy order cheap Finasteride online generic 250mg antabuse online buy nolvadex online no prescription Cipro with free fedex overnight flagyl online no prescription canadian pharmacy no prescription nolvadex Antabuse from canada buy Cipro us generic nolvadex online no prescription no prescription cipro on line pharmacy flagyl on line no script Discount finasteride purchase Zithromax cod delivery buy lasix without a prescription Nolvadex online without prescription flagyl oral tablet no prescription discount buy Zithromax no script generic Antabuse cost Purchase flagyl cod cash delivery Cipro overdose cheap generic priligy no prescription purchase Prednisone without rx to ship overnight order prednisone overnight Flagyl without prescription shipped overnight express order overnight Lasix where can i get finasteride without a prescription buy finasteride without a prescription in the united states finasteride fedex buy antabuse online without a prescription order Cipro without a rx overnight shipping buy Antabuse on line order online Zithromax without prescription purchasing Cipro with overnight delivery order antabuse pay pal online without rx order priligy overnight how to get a Lasix rx where can i purchase Finasteride without a prescription buy finasteride amex online without rx order nolvadex no prescription buy Priligy 30 mg online Nolvadex best buy priligy ordering Zithromax overnight lasix generic no prescription antabuse order buy discount Lasix online buy on line Antabuse canadian generic finasteride no prescription purchase Finasteride cod overnight delivery prednisone 40 mg without prescription Zithromax xr buy online cheap Finasteride online uk buy antabuse online with no prescription buy generic Cipro canada no prescription required for antabuse where to purchase finasteride oral cheap where can i order lasix online flagyl no script required express delivery antabuse fedex free fedex delivery Flagyl buy Prednisone amex online without prescription buy lasix online no prescription buy Nolvadex online cod buy cheap Nolvadex where buy Lasix antabuse online no perscription fedex flagyl no rx in us buy Zithromax without a prescription flagyl without a r x i need to order prednisone without a prescription buy Lasix without a prescription overnight delivery finasteride shipped overnight no prescription Buy finasteride in europe buy Priligy without doctor buy Zithromax without a prescription online Finasteride online Cheap Zithromax no prescription prednisone order free flagyl flagyl overnight no consult purchase Zithromax pay pal online without prescription Antabuse purchase propecia buy online get finasteride buy next day Lasix buy prednisone online 40 mg no prescription Zithromax online consultant purchase Nolvadex free consultation prednisone online purchase purchase Flagyl without rx needed I want a finasteride perscription buy Lasix next day delivery order Zithromax no visa without rx cheap flagyl no script antabuse no prescription overnight delivery overnight Lasix c.o.d where to buy cheap finasteride no prescription order cipro online overnight shipping generic antabuse 225000 mg Finasteride overnight Priligy online buy saturday delivery antabuse with overnight fedex cheap Zithromax uk order Lasix free next day airLasix on line purchase Antabuse without rx to ship overnight buy Xenical no perscription cod Xenical buy isotretinoin generic no prescription buy accutane pills no prescription buy online rx Maxalt without buy Xenical canada Flomax pharmacy want to buy Zithromax in malaysia purchase online prescription Xenical without canadian generic ventolin inhaler no prescription purchase Accutane without prescription to ship overnight how to buy Accutane online without a prescription Accutane with no prescriptions buy Lasix amex online without prescription zithromax fedex buy online zithromax without rx buy proscar without rx from us pharmacy prescription Flomax Accutane cheap no rx required canada Accutane online consultant purchase Lasix no visa online without prescription buy cheap online pharmacy Lasix where to purchase generic Xenical online without a prescription Lasix 40 mg online Lasix 40 mg safety order Lasix cheap order rx Lasix purchase Prednisone without rx needed Cheap xenical no perscription Xenical precio buy genuine buspar in the u.s. cheapest place to buy Buspar Buspar pharmacy buspar no script how to purchase Lasix online without rx Lasix online without prescription purchase Zithromax without a prescription overnight shipping best buy Valtrex purchase Clomid online without prescription buy Clomid cod next day delivery Clomid fedex purchasing Clomid with overnight delivery purchase Clomid overnight delivery order Clomid overnight cheap buy Zovirax shipped cod buy Clomid cod next day delivery order Clomid without a prescription overnight shipping buy online rx Cipro without Cipro overnight no consult purchasing Cipro without a script Cipro buy fedex purchasing Cipro online without prescription purchase Cipro visa where to buy generic Cipro online without a prescription how to get a Cipro rx Cipro non rx fedex overnight free buy Accutane without prescription needed Accutane doctor consult order Lasix without prescription Canadian LasixBuy Lasix pill buy Lasix tablets without prescription i want to order Lasix without a perscription Premarin with free fedex overnight order Flomax online order isotretinoin over the counter|cheapest isotretinoin|buy isotretinoin cheap overnight) overnight order isotretinoin|cheapest isotretinoin|buy isotretinoin cheap overnight) proscar buy cheap buy prednisone online overseas buy valtrex cod Valtrex buy online order Valtrex usa best Valtrex online pill order Valtrex best Adobe Acrobat X Pro no prescription required finasteride purchase finasteride without prescription from us pharmacy finasteride no doctor prescription purchase online prescription finasteride without Buy Cytotec overnight shipping Cytotec online no rx overnight buy Proscar money buy Zovirax buy Zovirax generic Prednisone uk Prednisone from india is it safe purchase online rx xenical without overnight Premarin without a rx where can i buy Premarin online without a prescription Xenical without prescription medications buying Prednisone over the counter buy Orlistat with amex how to buy Orlistat online without a rx buy generic maxalt online no prescription quick delivery where can i purchase Accutane no rx purchase Accutane paypal without prescription canadian prescriptions Accutane Accutane shipped cash on Xenical ohne rezept buy Lasix online without rx where can i purchase Accutane online Accutane delivered overnight